Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
10
Abr 22
publicado por primaluce, às 16:00link do post | comentar

Como várias vezes se tem escrito, o nosso estudo dedicado ao palácio sintrense revelou-se uma verdadeira caixinha de surpresas:

 

Apercebemo-nos estar perante o que terá sido uma Teologia pela Imagem. O que nos levou, e continua a levar, a estudos fascinantes. E também a olhar para este campo da Arte - antiga e religiosa - como uma autêntica Iconoteologia.  

Razão para também escrevermos noutro blog, onde se promove (ainda mais*) esta noção de ICONOTEOLOGIA 

As imagens seguintes - que podem ampliar, abrindo em novo separador -, registam:

1.  Nas duas primeiras imagens está uma página de Edward Norman - que exactamente explica o Diagrama gerado pelo Credo de Atanásio. É a partir desse diagrama, e com centro nos três círculos exteriores, que se  esquematizou uma Ideia(-Imagem) da Trindade, em que a procedência do Espírito Santo - do Pai e do Filho - gera um "Y". Já designada como Littera Pythagoraetendo-lhe dedicado um post (pois há muito sabemos da importância desta letra enquanto ideograma)

Um "Y" que também organiza os três círculos, diferentemente do que está no diagrama a  seguir. 

É este diagrama, ou ideograma, como preferimos chamar, que está na origem do arco, ou edícula do lado direito; o qual, por sua vez, passou (indirectamente) às janelas do Palácio de Monserrate...

ARCO-CREDO-ATANÁSIO-3.jpg

2. Neste caso (imagem obtida na Internet) os três círculos trinitários foram desenhados de tal modo que se enfatiza, ao máximo, a intersecção (ou sobreposição) dos três círculos.

É o Uno e Trino, mas é também, como está na primeira imagem, uma outra tradução visual do chamado Credo de Atanásio.   

tri-unitas.jpg

3. Por fim, note-se na fotografia do Palazzo Vechio, e respectivas janelas, em maior detalhe. 

O seu desenho  é praticamente o mesmo que está na edícula, criada a partir do «emblema trinitário» nascido do Credo de Atanásio. Não é forçoso, e por isso não o dizemos, que as janelas do Palácio de Monserrate venham directamente do Palazzo Vechio de Florença: porque, como sabemos, são inúmeras as cidades italianas antigas, com edificios em que há janelas com este mesmo desenho...

Por fim, e aproveitando ainda a última imagem, repare-se nos escudos que estão acima das janelas:

Por vezes, as formas dos escudos já evoluíram e encontram-se alteradas, mas não é este o caso.  Este exemplo  prova bem que é o mesmo desenho do chamado Arco Quebrado, mas rodado.

Aqui a apontar para baixo.

1280px-CoA_Façade_Palazzo_Vecchio_Florence.jpg

PalazzoVecchio.jpg

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*De certo modo esta palavra foi criada por Eugenio Marino, OP, de Santa Maria Novella (m. 2011), que se referiu a algumas obras como Icono-Teologia.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

É verdade, 20 anos depois de termos iniciado os nossos estudos e feito as primeiras "trouvailles"  o assunto Diagramas Medievais passou a existir (mas não em Portugal!)

20yearsAfter-c.jpg

Não exactamente como nós o vemos - i. e., mais básico (de base, e mais simples como se fossem pictogramas, mas simples imagens criadas a partir de ideias, e por isso ideogramas).

Porém, os Diagramas Medievais e o seu estudo, que foram chamados ao Congresso acima indicado são imagens mais completas, e sobretudo são razoavelmente complexas: vistas agora como assunto científico (por isso o título adoptado The Mediaval Diagram as Subject) .

Portanto, tornadas imagens devidamente valorizadas, e passíveis de estudo ao nível universitário.

Em resumo, em nossa opinião está-se ainda a descurar os elementos mais básicos (que são imagens), constituintes de composições, que, para transmitirem ideias - chamemos-lhe catequeses, e conhecimentos religiosos que se queriam divulgar - essas composições (que eram como verdadeiros mapas), integravam diferentes tipos de grafemas:

Quer alfabéticos (relativos a sons), quer grafemas ideológicos (relativos a ideias).


mais sobre mim
Abril 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO