Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
21
Mar 19
publicado por primaluce, às 19:30link do post | comentar

Como se registou no post anterior, há 50 anos - ou mais 2, ou mais 3? -, fiquei impedida de ser decoradora da FRESS, ou designer do IADE...

 

Sei que foi sem querer, ou é o tal "labirinto do porvir..." (?), mas felizmente houve quem quisesse, por mim, muito mais...

Claro que na altura não sabia, não podia saber, por isso esta interpretação e o "muito mais", que é agora da minha lavra.

Porque felizmente sei, a Arquitectura é - para mim foi e tem sido -, uma amplidão de Saberes. E desse modo, porque de tão abrangente, ensina-nos muito* em várias áreas:

Não só uma concreta e imensa multi e inter-disciplinaridade, mas sobretudo, na essência, ensina-nos a sua metodologia de base:

Porque, é sabido, tudo o que se quer que seja, ou que venha a ser, ou que venha a existir, planeia-se, decide-se com uma certa anterioridade. 

E este post, em que fomos buscar uma frase de António Quadros prende-se com a concepção do fundador do IADE, relativamente àquilo que é o formar e o ensinar: não prescindindo da História!

A.QUADROS.SOBRE-SABER-HISTÓRIA-B.jpg

Tirámo-la de um livro seu, bastante conhecido, onde estávamos hoje mesmo, à procura de outras informações (bem diferentes)!

Foi quando à frente dos nossos olhos, e neste ambiente de desvalorização do conhecimento da História, que parece ser uma moda da actualidade, achámos que fazia todo o sentido relembrar agora, urgente, estas suas palavras.    

A.QUADROS.SOBRE-SABER-HISTÓRIA.jpg

Claro que o futuro será sempre o resultado de decisões anteriores, mesmo que indirectamente pensadas ou decididas... Ou seja, se o futuro a Deus pertence, se se chega lá por linhas tortas, ou até, se é um labirinto?, não sabemos. Nem hoje nem nunca.

Mas, já relativamente ao passado - que é a História -, sobre este, pelo menos, é mais fácil ter certezas.

Embora saibamos, cada vez mais, que elas podem ser objecto de interpretações diferentes; ou ainda, que cada geração, podendo e devendo revisitar o seu passado, sobre ele tenha visões e perspectivas diferentes, que levarão, talvez, ao corrigir e actualizar - à maneira de cada geração - o entendimento do passado.

E assim nos nossos dias, como aliás já se escreveu noutros posts**, fruto das muitas investigações e pesquisas que o ensino superior vem a promover, nas últimas décadas, percebe-se que a História esteja a mudar!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*Cria uma mentalidade, exige enormes responsabilidades que por acaso até ficam registadas em termos próprios (chamados "termos de responsabilidade"), etc., etc.

**Por exemplo nos dois casos seguintes: https://primaluce.blogs.sapo.pt/um-novo-ano-lectivo-e-muitas-outras-443935

https://primaluce.blogs.sapo.pt/116927.html


mais sobre mim
Março 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

17
18
20
22
23

25
26
28
30

31


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO