Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
03
Jul 24
publicado por primaluce, às 13:30link do post | comentar

O que no século XVIII Mme Du Déffand escreveu a propósito de Robert Walpole (sobrinho) que foi o enviado inglês em Portugal*:

 

“...Le petit cousin [em nota de rodapé – M. Robert Walpole, qui depuis fut, pendant plusieurs années, ministre plénipotentiaire à la cour de Lisbonne] que vous avez ici est fort aimable; s’il vivait avec vous, il acquerrait bientôt ce qui peut lui manquer; il a certainement de l’esprit, il est naturel, il a de la grace, mais il manque d’usage du monde; je me suis un peu établie sa gouvernante, il me plaît, et je voudrais qu’il plût autant aux autres; cela viendra, mais vous savez qu’ici nous jugeons ordinairement sur l’écorce...”.

Sem dúvida que a correspondência de Horace Walpole, quer com Mme. Du Deffand, quer  com muitas outras personalidades do seu tempo, é uma importante fonte de informações sobre o século XVIII. Para Inglaterra, para a Europa, e até neste caso para Portugal. 

Deixando-nos alguma ideia - mesmo que vaga -, sobre a personalidade de quem foi, formalmente, o primeiro enviado inglês a Portugal. 

Na pesquisa em que fomos orientados para encontrar as possíveis influências para a construção do Palácio de Monserrate, desde cerca de 1790 - quando Gerard De Visme alugou a propriedade aos Castro (a viver na Índia); até meados de 1860 - quando Francis Cook a comprou e a modificou (com projecto do atelier de J. T. Knowles). Para essa influência, vinha de trás a ideia de que a obra de referência, tinha sido a mansão de Horace Walpole, construída às portas de Londres, em Twickenham, chamada Strawberry Hill.

Casa que o próprio Horace viu como sendo - e construiu com esse objectivo - uma "Gothic Revival villa"

HoraceWalpole-2.StrawberryHill.jpg

(ampliar)

Não é fantasiosa só por fora, mas também por dentro, e muito! Remetendo-nos - se assim quiserem ... - para as frases escritas da Marquise Du Deffand, quando viu o que poderia faltar a Robert Walpole (sobrinho***)

~~~~~~~~~~~~~~~~

* Tradução livre, nossa.

**  Chegado no inicio do ano de1772, como nos foi informado pela Embaixada Inglesa e está no nosso estudo dedicado a Monserrate. Ver pp. 90-91.

*** Não lhe chamamos simplório, mas certamente bem mais genuíno e muito menos sofisticado do que aquilo que a dita marquesa gostaria de ver nele. A ponto de se imaginar/propor, como sua mentora...

Assunto que se abordou com maior foco em " Gérard Devisme - Membro da British Factory - o Terramoto de 1755, e o Projecto de Inácio de Oliveira Bernardes para Benfica" (p. 87 e seguintes).

Mas também, e várias vezes com menções ao Aqueduto das Águas Livres (ver p. 60 e seguintes). Porque, como defendemos, a construção desta imensa obra, e sobretudo a sua parte mais monumental - a Arcaria do Vale de Alcantara - , não terá sido alheia, a casos futuros de utilização do Estilo Gótico. Independentemente, do designado Revivalismo do Gótico (Gothic Revival) não poder ser desligado, de tudo o que o precedeu. I. e., aquilo a que alguns autores (ingleses) chamam Gothic Survival 


mais sobre mim
Julho 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO