Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
30
Set 11
publicado por primaluce, às 00:00link do post | comentar

Mais do que os cones e os bastonetes, precisamos de ligações rápidas do nervo óptico ao cérebro. E para que rapidamente se forme uma ideia daquilo que estamos a ver, é preciso que haja, previamente, no cérebro, referentes visuais e os seus significados!

A arquitectura - sobretudo aquela em que se misturam vãos bífores, tradutores de ideias do cristianismo, por exemplo no caso do Palácio Rucellai em Florença, com formas do Classicismo (platibandas, modilhões, arquitraves...) - esses edifícios gozam-se: i. e., os Estetas gozam-nos como um gourmet sabe apreciar os ingredientes que tem no prato.

As papilas gustativas dão informações diferentes ao cérebro sobre omeletes, ou ovos mexidos com queijo, ou com espargos bravos, ou com espargos mansos (ou até mesmo sem ovos)! Ou temos sensibilidade e apreciamos, ou não temos sensibilidade, e não apreciamos!

Beber Chá Preto, um qualquer, ou um Earl Grey, é completamente diferente. Que nos desculpem a lição, mas todas estas obras, a omelete e os seus ingredientes, o chá, ou um edifício, são tudo "blends". 

Conhecemos cada um dos ingredientes, o seu cheiro, sabor, imagem, e, ou, as respectivas associações?

Associações que para as Imagens em geral se chamam Significados, e que correspondem a Ideias (por vezes muito concretas)!   


mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15

18
20
22
24

26
28


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO