Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
18
Out 11
publicado por primaluce, às 12:00link do post | comentar

Bem pode o IADE impedir-nos de continuar a redacção da tese, como seria normal - e como qualquer empresa tenta facilitar o trabalho de alguém que teve o cuidado de sucessivamente mostrar a qualidade do tema e tarefa que tem em mãos: sobretudo depois de 35 anos a ensinar nessa mesma empresa, que é uma escola. Uma tese que, silenciada, tem crescido como um vulcão, e que um dia todo o seu material há-de explodir!

Neste caso de hoje, é um pouco mais que se torna visível, e não a quase imensidão que temos descoberto (a qual até a nós nos impressiona).

O romance Clarabóia de Saramago*, para já, e na iconografia da capa, está tudo certo e coerente, na relação das palavras com a imagem escolhida para a ilustração e para a tradução da ideia.

Mesmo que tenha sido decidida «inconscientemente», nela está a ideia de um "Deus de Luz", que toda a arquitectura do mundo Ocidental - em geral de forma consciente e propositada - nunca deixou de plasmar (sobretudo depois de Carlos Magno, e da força que deu à definição do Filioque - ver Monserrate uma nova história, pp. 32 a 45).    

Quanto ao IADE e às tarefas ridículas que propositadamente nos têm sido atribuídas (vide horário deste ano lectivo), para evitarem dar-nos o tempo normal da redacção de uma tese, e enfim conclui-la - pois este efeito de represa (cujas motivações há que questionar?), como na água de uma barragem, só nos tem dado força: alta voltagem!!! 

E ainda a possibilidade de ampliar os materiais que também a Faculdade de Letras fez questão de silenciar. Claro que é um retrato perfeito, e uma óptima amostra do país, confirmando que até na Universidade, e nas instituições que se propõem fazer o contrário, estão aí algumas das melhores formas (e as pessoas medíocres) da autodestruição e aniquilamento da Cultura.  

Mas, temos dado a volta por cima, e também não podemos deixar de agradecer a maldade**!

Ver capa: http://www.bertrand.pt/ficha/claraboia?id=11257668

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*O seu nome já devia constar nas nossas tags. Fica a partir de hoje, e um dia escreveremos sobre a sua "sensibilidade" (ou talvez algumas informações directas que podia deter?); o muito que captou da cultura cristã em que vivemos, levou-o a afirmar (constatação, alerta?): "Estamos empapados em Cristianismo".

**Enfim, é um Deo Gratias de uma graça sem piada, mas que nos «desgrassa» a todos.

(porém este «desgrassar» ainda não chegou, suficientemente longe, desengordurando as várias mentes medíocres que têm decidido as nossas vidas...)


31
Out 10
publicado por primaluce, às 08:56link do post | comentar

Se repararem bem não é a fotografia que está torta, mas sim a verga! Coisas que acontecem, mesmo nas obras que, supostamente, são muito mais «aprumadas»; o que este caso não é. Aqui trata-se de uma casinha linda, completamente despretensiosa, no Vale de Santa Rita - no Estoril. E, onde, como mostram o enquadramento do vão e o Quadrifolio, não havendo disponibilidade para outras cantarias e trabalhos de pedra, fez-se em massa moldada. Mais uma vez nada que espante, pois há zonas do país, como acontece no Alentejo e Algarve, onde proliferam os ornamentos feitos à base de argamassas. Por vezes vistas como - "Arquitecturas de Terra", mas, sobre essas, estão inúmeras camadas de cal.    


mais sobre mim
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28

30


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO