Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
13
Mai 17
publicado por primaluce, às 00:00link do post | comentar

No retrato de Fernando Pessoa, desenhámos 6 troços de rectas para mostrar como a perspectiva do pavimento nada tem a ver com a da mesa.

Mas, se as rectas A e B se encontram no infinito (i. e., são paralelas) já as restantes não se encontram, claramente, num único ponto. 

«Caprichos» de artista, ou à procura de uma maior expressividade do desenho? E não estou a falar (directamente) de narratividade...

Porque se metesse essa, então diríamos que a máxima expressividade tentou estar ao serviço de uma narrativa: de um rigor geométrico (quase) caricaturista.

De um prazer imenso (do autor), de certeza, por ter encontrado uma fórmula tão feliz, capaz de se adequar a alguém (FP) - de o explicar e apresentar - alguém que, como sabemos, foi, milimetricamente, meticuloso.

Onde a curva quase não existe (quando está parece imprescindível), e os ângulos parecem cortados a tesoura ou x-acto...


mais sobre mim
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO