Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
10
Jan 17
publicado por primaluce, às 00:00link do post | comentar

... pois, mas é preciso todos os dias, Democracia e Liberdade, se as queremos, há que as construir! Ou, indo mais além, ensinando a construi-las.

 

A comunicação social tem feito um papel fantástico, lembrando-nos as muitas transformações ocorridas desde 1974. No centro de muitas deles, é isso que nos é lembrado, esteve Mário Soares.

Esteve mesmo! E se estávamos fresquinhos (como alfaces?) e absorvíamos muito, ou tudo, também é verdade, que nos temos vindo a esquecer. O presente (político), a vida da Polis tem estado demasiado empobrecido pela Economia; pelas ideias demasiado redutoras das leis do mercado.

E este fim de semana a comunicação social tem feito de «verdadeiro ventilador». Tem sido como que uma lufada de ar fresco, que as histórias e as memórias do cidadão Mário Soares têm tido a função de nos lembrar.

É o Enquanto há vida há esperança... É a memória de tempos em que se sonhava alto. É lembrarmo-nos de alguém cuja família o dispensou, para, não estando sempre presente, poder servir o colectivo e o bem-comum.

E nesse colectivo ele deixou, ou fez muito, para que se instalasse a ideia de que não há impossíveis. 

Viver assim - um adulto jovem poder compreender que o futuro pode ser melhor; que pode haver alguma proporcionalidade entre os esforços que se fazem e os resultados que se obtêm, é muito estimulante.

É altamente construtivo.

Escrevemos antes sobre a Estrela de Belém, as luzes que nos guiam vida fora. M. Soares teve uma boa estrela, e..., ao que parece, muitos de nós também.  


mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13

15
16
18

23
24
27
28



arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO