Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
02
Nov 16
publicado por primaluce, às 18:00link do post | comentar

Claro que não há...

 

Quando em 2008, no dia do lançamento do nosso estudo sobre Monserrate, no IADE, na Sala de Baile que foi do Conde Farrobo, e antes do Barão de Quintela; na sala em que tantas vezes demos aulas, e, cuja dimensão exigia que houvesse amplificação do som...

Quando essa sessão pública terminou, foi quando soube, por que me disseram, que a primeira Administração do IADE tinha saído precisamente nesse dia, por o IADE ter sido vendido...

Se vier a ser despedida do IADE por ter descoberto aquilo que António Quadros toda a vida questionou, estudou e investigou; se..., claro que é a maior das honras!

E aqui a ficção ultrapassa a realidade, pois nunca podia ter imaginação (eu/nós) para uma história a acontecer assim?

Longe de acabar (pois vai agora começar...), ela contém as provas e a certeza que vale a pena batalhar por aquilo em que se acredita: pela curiosidade que se tem, pelas respostas que durante toda uma investigação parecem vir enfim preencher os gaps, que há anos, décadas, séculos, estão à espera de ser preenchidos.

É a certeza de que vale acreditar em si mesmo, ainda que à nossa volta esteja instalada a maior das cegueiras: ou, em alternativa, que estejam «todos felizes e contentinhos» por julgarem estar a infligir aos outros aquilo que consideram ser o sinal mais alto do seu poder e da sua grandiosidade.

UmPercursoTodoDocumentado.jpg

Coincidências? Como o lançamento de Monserrate uma Nova História no dia 2 de Junho de 2008, naquela sala? Não foi um mero acaso...

Foi sim a maior das certezas: o sublinhar e a ênfase de um fim que há muito estava no ar. O fechar de um ciclo, que aconteceu a par das mudanças geracionais - pois cada geração transporta as suas marcas -, e com a saída da Administração que com António Quadros fundou o IADE.

Assim, e para quem ainda não tinha notado as mudanças ocorridas (ou se tinha dúvidas de percepção?), o que houve de 2008 até hoje, com o tempo, não tem parado de se confirmar. Tudo o que mudou com as novas gerações.  

Mais uma vez não há coincidências; há apenas olhos que não vêem, mentes distópicas, como se têm mostrado...

Há maldade e podridão, onde o normal seria haver utopia, curiosidade, vontade de progredir:

Ninguém vê que todo o Acabar é um novo Começo?


mais sobre mim
Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
16
17
18

20
22
23
25

27


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO