Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
06
Dez 14
publicado por primaluce, às 16:00link do post | comentar

... desde que se conheça, com ela faz-se o que se quiser fazer.

 

Porque a referida ICONOTEOLOGIA não está apenas em obras religiosas, tendo passado à arquitectura da cidade, distinguindo os edifícios e as casas (domus) talvez dos nobres ou dos «mais distintos». Também poderíamos dizer, daqueles que foram considerados, igualmente, como uma ordem sagrada.

Tudo isto exigiria muitas mais explicações, se, de facto, os nossos leitores estivessem verdadeiramente interessados nas informações que vamos dando?  

Mas talvez não estejam, e assim sendo também nós nos vamos divertindo deixando por aqui o que consideramos ser - se eles soubessem ler e nos entendessem? - umas pequeninas provocações (de ordem linguístico-visual).

Como no desenho que se segue, dando às «nobres criaturas» (porque não?, já que nos tempos que corremos há que ser feliz com as ironias que estes mesmos tempos nos dão...) um sinal que foi dos mais sagrados: também dos nobres e dos distintos.

E merecem-no pois segundo conta a história, os ditos animais - e note-se que para Aristóteles eles tinham alma (anima), e por isso a designação, que ainda hoje têm, de animal; os ditos, a vaca e o burro, aqueceram o menino acabado de nascer.

O Burro e a Vaca.jpg

Mas falta-nos algo mais, também tempo, e portanto este post, vai ainda receber outras imagens...

Até lá, aguardem, sejam felizes! E deixem em paz os Agregados Naturais e Artificiais, que não hão-de fugir (apenas se enfeitando, às vezes)... 

Bandeira de Janela, Portalegre

E sobre esta imagem, cuja bandeira tem as mesmas formas que estão (acima) no estábulo, leiam o post seguinte. Pois o Crismón, ou Piscis, foi frequentemente associado às letras gregas XP (chamado Qui-Ró). Provavelmente já as viram nalguma igreja, em especial naquelas cujos arquitectos ou designers, como verdadeiros arqueólogos tiveram a preocupação de se informar e foram buscar a iconografia  mais antiga.

E desse modo, evidentemente, acrescentaram valor e interesse às obras que projectaram. Não admira, já que é para isso que serve a História da Arte, a das Imagens ou a da Cultura


mais sobre mim
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15

26

28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO