Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
22
Jan 17
publicado por primaluce, às 00:00link do post | comentar

Durante anos ensinámos materiais e entre esses os Plásticos. Muitos terão ouvido falar em Polímeros, e a importância da sua produção, depois, também sobre a sua transformação, para a indústria portuguesa...

 

E não sendo nós formados em química, nem os alunos de design especialmente sensibilizados para a compreensão de alguns tópicos (mínimos e) essenciais deste ramo da indústria e do design; por isso tínhamos que recorrer a vários tipos de analogias, como sempre se faz no ensino, para conseguir transmitir e entusiasmar, ou criar curiosidade em torno de questões que, se não o conseguíssemos, seriam altamente abstractas e inatingíveis*.

Mas a Ciência muda todos os dias - ao contrário do que sucede com a História (e a compreensão do que foi um símbolo da fé gótica...) - e eis que hoje, se estivéssemos ainda ligados ao ensino das mesmas matérias que durante mais de 20 anos ensinámos, teríamos que falar no átomo de carbono de outra maneira.

Já não como uma bola que se imaginava dura de 4 braços (valências), que lhe permitiam uma série de outras ligações com outros átomos: formando assim moléculas, mais ou menos estáveis, constituintes dos materiais plásticos.

Os quais, era importante explicar, podem/poderiam ser de dois tipos principais: os termo-plásticos e os termo-estáveis. Os primeiros alteráveis facilmente pelo calor e solventes orgânicos; os últimos com propriedades que sendo resultantes da estrutura molecular, os tornavam mais resistentes ao calor e aos solventes. Também mais duráveis, e portanto menos próprios para serem usados em objectos e produtos de consumo rápido.

Claro que entrava aqui (ou podia entrar) toda a preparação para novos temas, igualmente «instáveis»**, como o da sustentabilidade dos recursos do planeta, e o uso intensivo, versus reciclagem, dos materiais mais usados como consumíveis/embalagens: i. e., relativo aos produtos e objectos que a vida contemporânea - mais a alta-funcionalidade que a todos exige - veio criar.

Segue-se a 1ª página dos apontamentos que fizemos para os alunos do IADE, entre 1976~78, e o link de uma notícia que consideramos extremamente interessante, por poder alterar a maneira como se entendem os produtos da química orgânica (entre os quais estão os plásticos).

Carbono.JPG

(Apontamentos para os alunos do IADE)

O link fica, para lembrar que quase tudo se desactualiza, sendo úteis todos os novos contributos - de quando se faz ciência com seriedade.     

~~~~~~~~~~~~~~

*E claro que agora, para a geração melhor preparada que frequenta as faculdades, são-no cada vez mais...

**Que precisam de pesquisa constante, e actualização dos conhecimentos.


mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13

15
16
18

23
24
27
28



arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO