Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
02
Mai 12
publicado por primaluce, às 17:00link do post | comentar

Não sabemos se isto ainda se passa, pela Baixa ou no Chiado? - já que não temos reparado nesses anúncios - mas sabemos que eles existiram.

Na verdade, e depois de uma pesquisa muito rápida, as antigas Ferrari, a Casa Batalha e a Livraria Férin, aparentemente, algumas dessas casas extinguiram-se, e outras já não usam os seus antigos pergaminhos de «Fornecedores da Casa Real». Talvez apenas a Leitão & Irmão, que ainda exibe, depois do nome, a sua qualidade de "Antigos Joalheiros da Corôa"?

Vem tudo isto a propósito da Manteigaria que foi, inicialmente, de Daniel Guildmeester. E claro que passa pela cabeça de alguém que tem «uma quase paixão» pela Baixa Lisboeta!

Talvez devessemos tirar o quase? Mas, assumir essa paixão, não! Ainda não estamos preparados... Em tudo há uma escadinha de valores, e a Lisboa Pombalina está quase no topo. Porém, está ex aequo com muitas outras obras, outros monumentos e outros valores.

Embora se pergunte: será que Portugal, depois desta zona de Lisboa, tem alguma área tão valiosa? Quer do ponto de vista comercial, negócio, vida urbana? Não seria de estudar - mais e melhor esta  situação - para tirar mais partido dela?  

Enfim, regressa-se à Manteigaria da casa de Sintra (de Seteais), para perguntar algo que não nos parece, de todo, impossível: seria o Cônsul Holandês, além de detentor do Monopólio dos Diamantes, também um fornecedor de manteiga, para a Casa Real?

No exemplo inglês, e salvaguardadas todas as distâncias - incluindo o sistema político - o "by special appointment to Her Majesty"* é ainda hoje um label: sinónimo de qualidade.     

E para quem tem outros amores, como Sintra, os seus monumentos, a investigação e os projectos; ou, sobretudo aqui, um gosto pelas pequenas notícias que permitem ver a história de uma forma  (talvez?) bem mais completa, assim a dispersão é muita. Há que esperar, pois ainda hoje não se encerra o assunto da Manteiga Holandesa.

Porque D. João V - que também teria bom gosto, apesar de algumas referências pouco favoráveis (como a do «artesanato de luxo» de J.-A. França) - terá trocado ouro do Brasil, por manteiga holandesa?      

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*http://www.facebook.com/pages/By-appointment-to-Her-Majesty-the-Queen/112235405469488

Ver também Iconoteologia:

http://iconoteologia.blogs.sapo.pt/13767.html

 


mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
15
16
17

20
21
22
23
26

27
28
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO