Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
01
Set 13
publicado por primaluce, às 11:00link do post | comentar

Porque se escondem os resultados de investigações (num doutoramento) que foram incrivelmente bem sucedidas?

Hoje, para além do que escrevemos aqui desde 2010, vamos tentar avançar com novas hipóteses para esse enigma, e sobre «a formação detectivesca do arquitecto»...

 

Primeiro há que advertir desde já, este post dá continuidade ao de 21 de Agosto*. Depois, porque a nossa insistência no tema se prende também com dúvidas e constatações que vão surgindo:  

Porque razão, uma instituição (ou duas, ou várias?) - neste caso a Fac. de Letras da Universidade de Lisboa, mais concretamente o IHA (Instituto de História da Arte) - esconde um trabalho que ajudou a fazer. Que orientou, e a que deu existência? Que passou a ter uma qualidade, a qual, se a investigação fosse feita apenas por nós no âmbito dos Amigos de Monserrate, nunca se poderia ter atingido**?

Por isso vamos tendo várias respostas:

Começando por se saber que em História da Arte, Portugal raramente «deu cartas». Os nossos autores seguem os autores estrangeiros, e os de outros países, como José-A. França nunca esconde...

Portanto, nesta Área do Conhecimento é totalmente compreensível que os Historiadores portugueses se afastem de qualquer protagonismo. Habitualmente, eles não criam, nem parece estarem preparados/interessados em ter essa postura?

Aliás, parece-nos ser exactamente ao contrário: é a nossa posição profissional que nos abre várias portas, porque fomos treinados para investigar, criar e inovar.

Claro que não vivemos tomados, exclusivamente, por estas ideias. Pois se assim fosse nunca poderíamos ter ensinado durante quase 40 anos! Ou transmitido conhecimentos de muitas outras áreas, incluindo física e química, ou aritmética. Conhecimentos produzidos por muitos outros, alguns há séculos...

Ou, também não poderíamos ter feito inúmeros projectos, em que o rigor e o realismo, tal como a performance de diferentes tarefas, que - há muito estão completamente definidas - são essenciais.

Mais, se não as cumpríssemos, nunca teria havido projecto, nunca teríamos chegado a qualquer bom porto!

Portanto, deduzimos: algo está muito mal na/nas instituição/instituições onde investigámos e produzimos, inesperadamente, resultados excepcionais.

E porque nos vamos questionando sobre estas problemáticas, também acontece que aqui e ali vão surgindo respostas. Já que, com toda a clareza, acabámos de «apanhar» uma mão cheia delas: concretamente no "Eça Agora" - um trabalho recém-publicado pelo Expresso, que nos mostrou onde esteve (sem nos lembrarmos disso, ou sequer que Eça de Queiroz fosse «como» um Historiador) uma das nossas fontes de informações e de referências. 

Assim como, também (e mais recente), a expressão de Siza Vieira - sobre a "formação detectivesca do arquitecto"***: frase que em nossa opinião, e como por vezes se diz, tem muito mais do que pano para mangas: dará fatos completos! 

Em suma, há ínumeros temas e posts para escrever!

~~~~~~~~

*http://primaluce.blogs.sapo.pt/162347.html

**Embora tivéssemos tido importantes informações, por exemplo de Carole Mason. Ver Monserrate uma nova história - nota nº 300, p. 186. Depois, trabalhámos (imenso) sobre os vários assuntos e a partir das bases que a FL-UL nos deu. Será que trabalhámos de mais?

***Ou, com o espírito «detectivesco» que recentemente Siza Vieira referiu como sendo característica dos arquitectos? Leiam (acima - imagem digitalizada) um excerto da entrevista que deu ao Público (25 de Agosto 2013). Sobre esse carácter «detectivesco» que para Siza é marca dos arquitectos, por nós encontrámo-lo em 1976, desenvolvídissimo -

- no Iade:

tudo se investigava para haver bons trabalhos!

Voltar a: http://iconoteologia.blogs.sapo.pt/

bien.faire.et.laisser.dire.gac@gmail.com

 


mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13

15
18
19
20

22
23
25
27



arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO