Inspirado na Nova História (de Jacques Le Goff) “Prima Luce” pretende esclarecer a arquitectura antiga, tradicional e temas afins - desenho, design, património: Síntese pluritemática a incluir o quotidiano, o que foi uma Iconoteologia
05
Set 12
publicado por primaluce, às 10:30link do post | comentar

Escrevemos isto ontem...

Pois que opte. Pode ser que mesmo à distância consiga ajudar a mudar algo desta sociedade em decadência?

Que se inverta a regressão em que estamos.

Aliás, a notícia de hoje* só mostra que os bens materiais podem ser dispensáveis. Sobretudo quando ultrapassam as necessidades: ou "os mais olhos que barriga" daquilo que temos condições - espaço e tempo - para ter, usufruir e consumir.

Como é óbvio os bens materiais que são auto-estradas (ainda por cima em excesso!), não se substituem à Justiça essencial.

Assim apetece lembrar uma série de questões que ainda há cerca de 18 meses eram objecto de altas discussões no Prós e Contras da RTP1.

Num tempo em que a Crise estava há muito instalada; em que a previsão de subida de preços do Petróleo era já, praticamente, do conhecimento comum (quanto mais dos governantes e de todo o Poder Executivo), e por cá ainda se discutia a construção de um novo Aeroporto, uma nova Ponte para Lisboa, Autoestradas, etc., etc., etc.

Por nós lembramo-nos que desde 1976 fomos para o IADE ensinar Luminotecnia. Em que, entre os vários objectivos a conseguir - a par da imagem cuidada dos ambientes interiores - se destacava o enfoque na poupança de energia: a substituição da Iluminação Incandescente por lâmpadas que hoje existem e se chamam Económicas.

Desde então (1973-76), existia já a certeza de que várias jazidas de Petróleo se esgotariam antes do fim do século... Depois a prospecção petrolífera permitiu (há muito), que se encontrassem novas jazidas; mas a questão energética mantém-se como um dos temas mais prementes do nosso tempo.     

Enfim, sobre o lugar de Portugal no ranking dos países mais desenvolvidos, uma das informações que interessa retirar, para Arquitectos e Designers, é a noção de que trabalhamos para o futuro. Pelo que, tentar prevê-lo (e desenhá-lo), é a principal tarefa.

Que o façamos em Liberdade e com Justiça: usando a formação adquirida. Sem que sejamos - como muito se tem visto - ultrapassados por Políticas e  decisões em (quase) permanente contradição com o que se ensina.     

Fotografia feita no Convento de Cristo em Tomar. Imagem que há séculos foi sinónima da "Correcção" (ou a «ortodoxia») que os reis de Portugal - como também está nos círculos entrelaçados do túmulo de Egas Moniz - almejavam ter em relação aos povos que governavam.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=26&did=76138

http://economico.sapo.pt/noticias/a-solucao-duradoura-sera-em-parte-europeia_151033.html

Em http://iconoteologia.blogs.sapo.pt/ as férias prolongam-se, mas há muito para ler e aprender sobre a relação da Teologia com a Arquitectura.


mais sobre mim
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
19
20
22

24
28
29



arquivos
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO